sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Alô! vocês trabalham com roupa?


Trote, essa arte infantil que todo mundo já executou um dia. Ligar para uma loja, casa, empresa, seja o que for, todos quando crianças já fizeram isso. É engraçado, é legal, mas algumas pessoas levam o trote a outro patamar.

Infelizmente, os trotes são usados por bandidos. Eles fingem um sequestro, com a intenção de a pessoa depositar uma quantia de dinheiro para o resgate. E o que mais me surpreende nesse tipo de trote, é que as pessoas ainda caem. Na televisão é transmitido reportagens sobre o assunto e as pessoas insistem em ir lá e fazer o que os bandidos querem. Inocência ou burrice? É uma mistura dos dois.

Outro trote, esse eu acho o mais sério que tem. Obviamente você conhece números como 190, 192, 193. Esses números são da polícia, samu e bombeiros, estes que por sua vez estão nas ruas para dar mais segurança ao povo e infelizmente, o número de trotes para estas entidades é grande. Quem faz essa brincadeira, na hora não pensa nas consequencias, mas passar uma informação falsa é atrasar o resgate, o salvamento ou qualquer ocorrência que seja, sendo assim, você, indiretamente, pode estar matando uma pessoa.

Trotes são divertidos quando não envolve assuntos sérios. Todas as crianças já fizeram e todas irão fazer, mas não eleve o trote a ponto de colocar uma vida em risco ou tentar ganhar um dinheiro por trás, claro, nenhum leitor é sequestrador, ou é? Tenso!


-Alô! vocês trabalham com roupa?
-Não
-Não? então trabalham pelados?

13 comentários:

  1. Pior de tudo é saber que realmente existem pessoas que ainda caem nesses trotes de sequestro e cartão de crédito, acho que cabe às próprias pessoas terem um pouco mais de malícia e não confiar em qualquer um...

    ResponderExcluir
  2. Não é a toa que a pessoas caem em trote e não me adimira, pois mais 80% da população não tem escolaridade, é analfabeta e não tem acesso a cultura , as vezes mal sabe pronunciar o nome...

    ResponderExcluir
  3. Para saber se um trote de um ladrão é verdadeiro, é só fazer o seguinte.
    Se você tiver somente filhos homens, jogue um migué, por exemplo
    - Ei, estamos com seu filho
    - Meu filho morreu à 3 anos atras, vocês estão o levando da exumação?
    Se ele não falar nada, desligue o telefone.
    Se tiver filha mulher, diga que so tem filhos homens, e eles moram no Japão.
    Se tiver filho homem e filha mulher faça o seguinte.
    - Ei estamos com seu filho(a)
    - A Maria (nome fictício)
    - Isso a Maria
    - Ahh então pode matar, essa menina só me da dor de cabeça.
    Desligue o telefone.

    ResponderExcluir
  4. Olha verdade, muitas vezes pode prejudicar quem fala sério. a poucos dias estava vendo uma reportagem de uma garota que foi seqüestrada mas conseguiu ligar para policia, e quase não acreditaram. Graças a Deus deu tudo certo, e isso não acontece poucas vezes não. Parabéns pela postagem e por vistar meu blog.
    http://olhaissonet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ah, o trote que você colocou foi logo o que minha mãe recebeu, o de trabalhar pelado, UHAUHUHHAUA.
    Eu ri da cara dela depois :)
    AAAAH, esses trotes realmente sao tensos, mas se vc for espertinho e não se deixar levar pela emoção, consegue brincar junto com o trambiqueiro, que nem o lucas colocou he
    Adorei o post, e realmente acho que ligar pra todos esses número e passar trote não é nada legal, seguindo o blog ;)

    ResponderExcluir
  6. Já passei muito trote, mas hoje penso diferente. Nunca sabemos a situação da pessoa que está do outro lado e, de certa forma, uma simples brincadeira pode causar danos. Acho que até nisso é preciso que se reflita!

    ResponderExcluir
  7. Alguns trotes deixam de ser brincadeiras inocentes de crianças quando passam dos limites, o pior é que muito deles é feito por adultos que sabem o que estão fazendo. Enquanto ao trote dos bandidos é meio complicado isso, porque a violência está tão presente no nosso dia a dia e é tão banal que às vezes muitas pessoas caem mesmo, nessa hora é dificil agir com racionalidade.

    abraço,
    www.todososouvidos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. André, assunto "mítico", como diz o Zé Graça. hahaha

    Gostei e concordo com tudo o que você falou.
    Quando o trote é brincadeira, todos riem juntos. Mas quando é fora disso, já é crime.

    Abraço e pode deixar que passarei um trote para você qualquer dia desse.

    Beijomeliga! ahhahah
    Não gosto disso, mas só para brincar um pouco.

    ResponderExcluir
  9. Ah que eu sempre gostei é a da padaria. Eu e meus primos ligávamos pra lá e perguntávamos se o pão quentinho tinha saído. O padeiro respondia que sim e a gente dizia: Então quando é que ele volta? ¬¬

    cansei de fazer isso

    ResponderExcluir
  10. Pois é cara, é um mal do ser humano querer se aproveitar de tudo e de todos ou fazerem esse tipo de brincadeira completamente idiota e sem sentido.
    Mas quem é que nunca passou um trote? rsrs
    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Muito bom!
    Interessante saber que existem pessoas preocupadas com a seriedade e a moral.

    tou seguindo emh!

    visita aí muito interessante:
    [link]cqcnet.blogspot.com[/link]

    ResponderExcluir
  12. Trote é para ser engraçado. Quando envolve questões sérias assim, já acho falta de consciência da pessoa.

    ResponderExcluir
  13. Confesso que nunca dei trote, acho muito imbecil, pura falta do que fazer... Mas eu ri com essa piadinha das roupas rs

    Quando o assunto é sério então, é o cúmulo! E hoje em dia é muito comum esse trote de sequestros, minha mãe já recebeu um num dia em que minha avó tinha saído e foi tenso! Não deu em nada, ela descobriu logo e desligou o telefone, mas tem casos bem mais graves...

    Texto muito legal e bem escrito! ^^

    ResponderExcluir