domingo, 21 de novembro de 2010

Estudante ou "estudante"


Existem dois tipos de estudantes: os Estudantes e os "estudantes". O que diferencia um do outro é o comprometimento para com os estudos independente se for ao colégio ou na faculdade.

O estudante que traça um objetivo de estudo, almeja ingressar no ensino superior, se aplica ao que ele quer, certamente será um ótimo profissional futuramente. Exercerá suas funções com sabedoria e capacidade dignas de um ótimo estudo.
Porém, essa maravilha de estudante é ofuscada pelos desocupados e vagabundos. O "estudante" é aquele que não tem comprometimento algum, ou, estudou para ingressar em um ensino superior e ao estar lá dentro perde todo sua aplicação e vira um completo vadio.

São dois tipos de figuras, melhor falando, são dois caminhos a ser seguidos. Estar comprometido com estudos e com objetivos te formará um cidadão melhor, uma pessoa melhor, um capacitado profissionalmente. Estar com descaso aos estudos só vai te lucrar com um diploma. Você colocará na parede do seu quarto ou escritório, mas nunca irá render ou lucrar com o profissional, pois sua capacitação está em débito.

Escolha ou MUDE seu caminho o quanto antes, diploma não te garante mais emprego, estude para melhor executar sua função profissional, estamos com falta de profissionais coerentes e com ótimas condutas no mercado.

13 comentários:

  1. André! Parabéns pela postagem.
    É dessa maneira que penso também, em relação a educação.
    E esses tais "estudantes" quando questionados sobre os estudos ou vida profissional, sempre tentam arrumar desculpas para justificar o descaso e o interesse.
    Na verdade, a mente dos tais é tão minúscula, que não é capaz de armazenar ensinamentos que os poderiam levar a se alguém na vida. Por isso não passam de meras estatísticas (somente mais um).

    Parabéns por essa postagem.

    Abraço
    NINA

    ResponderExcluir
  2. Ops...

    Acho que os dois dias de férias, te inspiraram. Risos...

    NINA

    ResponderExcluir
  3. Nem gostei, desculpa mas é verdade.
    Pelo que eu li já imagino que tipo de pessoa você, o aluno que devia tirar boa nota na escola e que sentia raiva dos populares porque levavam certas coisas na melhor, enquanto você se esforçava muito e era um invisível.

    ResponderExcluir
  4. Me aventurei a fazer dois cursos superiores, um já estou formado e o outro encaminhando, não sei te dizer pq foram dois cursos públicos, mas pelo menos na minha experiência nunca vi alunos desse tipo e quando aparece algum não aguentam o ritmo e logo desistem ou correm para alguma particular (não estou falando que as particulares são ruins) só para dizer que possuem um curso superior.

    Aqueles que pensam que a universidade é um American Pie da vida uma hora, mais cedo ou mais tarde, vão se estrepar.

    ResponderExcluir
  5. resposta ao segundo comentário.

    Muito pelo contrário. Nunca fui um aluno estudioso assíduo, nunca me matei estudando, eu fui um estudante clássico que estudava para passar de ano, mantinha a média. Hoje na faculdade eu estudo para ser capacitado na minha profissão.

    Ser estudante não é ser o cdf chato que puxa saco dos professores e odeia os populares. Se tua visão é essa, meu amigo. Tu está ferrado, porque tu é ingênuo demais para ver o que é um Estudante.

    ResponderExcluir
  6. diploma não te garante mais emprego, estude para melhor executar sua função profissional, estamos com falta de profissionais coerentes e com ótimas condutas no mercado. +1
    Verdade, estamos precisando mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Acho q sou um ESTUdante" a mistura dos dois!

    ResponderExcluir
  8. AEHAEHHAEEA
    Q SACANAGEM
    MAS TIPO

    O "TÍTULO" CONTA, MAS OQ VALE É NA HORA DO VAMO VE

    ResponderExcluir
  9. Na realidade é isso mesmo. Estudante por status gera péssimas perspectivas futuras para a humanidade. Pena que essa maturidade e conscientização chega geralmente muito tarde para os jovens de hoje e o tempo não volta. Conhecimento nunca faz mal e sempre se chega, ainda que por meios tortos e imprevisiveis, uma oportunidade para bem usar o que se aprende e apreende dos estudos e experiências. Educação seria a salvação do Brasil, infelizmente não é prioridade...

    ResponderExcluir
  10. É...tem que optar por um lado, senão a vida passa e vc fica!

    ResponderExcluir
  11. bom texto ! cada um tem uma escolha ele pode optar como o Andre disse se ele quer estudar ou não, aí cada um tem uma escolha.

    ResponderExcluir
  12. concordo em numero, gênero e grau.
    Pelo post amigo ^^

    ResponderExcluir