segunda-feira, 22 de novembro de 2010

To pagandooooo





As pessoas cada vez estão mais consumistas, não estão mais fazendo aquela clássica 'pechinchada', vão lá e simplesmente compram. Pior quando não tem que comprar e compram também. Visitas ao shopping se tornam um peso nos braços de sacolas, uma ida ao centro é a mesma coisa. Mas não é do consumismo que quero falar, vamos lá, como você gasta?

Sabe quando sua mãe implicava com você falando "com o dinheiro que tu gastaste nisso, dava para comprar uns três a mais", por mais que seja mãe, eu acho errado. Olhando os noticiários percebemos que o mundo anda hipocondríaco. Qualquer pisada errada posição errada pode virar uma doença grave, visto isso, não apenas por isso, mas comprar um produto de qualidade gastando um alto valor é bem mais válido do que comprar três de marca diabo que pode estourar alguma parte do seu corpo.

Tênis são os exemplos mais utilizados, mas vou citar os celulares. Eu olho ao redor e vejo pessoas usando esses mp15, mp17, mp22, mp1/4, qualquer MP. Sério, essas porcarias que tu paga 200 reais não duram mais de três meses, por mais que você cuide muito bem dele, não dará certo, eles não duram.

O fato é, não precisa ser consumista, apenas tem que saber gastar o dinheiro. Qualidade fala mais alto do que quantidade. Optem por gastar mais caro, certamente sentirá no bolso, mas futuramente surtirá o efeito do aparelho, peça de roupa e afins.


É isso ae pessoal, agora vou pedir um favorzinho para vocês, votem (pode votar várias vezes) no meu blog para melhor blog na categoria “diversos” (classificam os três primeiros) -> http://www.premiom3.com/2010/11/categoria-diversos.html Valeu!

14 comentários:

  1. De fato vivemos numa sociedade extremamente consumista e compulsiva por comprar cada vez mais. Dizem que o indivíduo é um produto do meio, então, como somos bombardeados desde pequenos por uma enxurrada de apelos publicitários que mexem como praticamente quase todos os nossos sentidos, não dava mesmo para se esperar um resultado diferente. Agora, é cada um se cuidar para não chegar aos extremos, á compulsividade mórbida e ao total fracasso fincanceiro. Boa sorte com Blog.
    Visite: http://olhares-eternizados.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. também acho, qualidade e não quantidade.
    bj, http://thinkzap.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. concordo com o texto, prefiro comprar uma coisa ó de qualidade do que um monte sem, vale muito mais a penas se você for ver mais tarde ..

    valeu ae ! http://meuassunto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Sim, a qualidade fala muito mais alto que quantidade, eu sempre pensei assim! hoje em dia eles fazem coisas descartáveis para que possamos logo comprar outra nova, assim gerando muito mais capital! Celular cada mês sai um modelo diferente, obviamente para que a pessoa se sinta interessada no novo modelo e substitua o seu antigo! Giro de capital é isso...

    muito legal seu blog, estou lhe seguindo!!

    www.mascarasdaverdade.blogspot.com

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Texto interessante, André!

    Vou dizer como são as minhas ações em relação as compras.
    Sempre preferi comprar tudo com uma qualidade excelente. Mesmo que custe um pouco a mais, sempre fui capaz de comprar.
    Só que, no meu caso, cada momento existe uma condição. Sempre falo aqui em casa que houve época em minha vida que eu não tinha tanta condição para comprar certas coisas que eu precisava (de qualidade), então comprava aquilo que estava ao meu alcance, e não eram do meu gosto. Pois, se só podia comprar aquilo, teria que ser assim. Mas hoje valorizo o meu dinheiro e o que posso comprar e por isso não gasto dinheiro com qualquer coisa.

    Não aceito qualquer oferta. E tenho uma qualidade de gente antiga: pechincho até não dar mais. E tem vez que as coisas saem para mim por menos da metade do preço.

    Ótimo texto, mesmo!

    Abraço
    NINA

    ResponderExcluir
  6. supeeeeeeeer interessante. as pessoas não se importam com a qualidade e sim, em ter e mostrar ¬¬ acho isso uma idiotisse, tu pagar caro e logo depois nw ter mais.

    vamo pechinchar \o

    ResponderExcluir
  7. Bem, sempre que tenho a oportunidade, é claro que opto por comprar um produto de preço mais elevado, mas de qualidade em mesma proporção. É claro que às vezes a falta de condições ($), a gente acaba sendo obrigado a comprar um produto de qualidade inferior por ser aquele que cabe no orçamento.

    Mas de certas coisas eu não abro mão, como tênis All Star para passear e tênis Olympikus para me exercitar.

    Boa postagem. =)

    ResponderExcluir
  8. Fala André,
    rapaz, torrei muita grana no passado com instrumentos, equipamentos, amplificadores, discos, cds...etc e etc.
    Era minha vida.
    Mas não me arrependo de nada.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  9. A sociedade está cada vez mais consumista, infelizmente as pessoas se preocupam mais em ter do que em ser.

    ResponderExcluir
  10. foi n, estamos esperando lá

    se seguir avisa e posta o link no comentário q faremos o msm

    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Adorei o texto =)
    E cara, é a pura verdade.
    Meu tio é invejoso pra cassete, e quando minha mãe compra coisas caras e boas para mim e para meu irmão, ele fica cheio de inveja. Minha mãe sempre fala: "prefiro comprar um tênis caro e bom que dure bastante do que um barato que dure 2 meses."

    Seguindo parceiro =)
    Votei lá também ;)
    Abraços, G+

    Depois, quando puder, vai lá no meu blog. Se gostar, siga-nos ;D
    Está atualizado[com um especial]:
    www.gabrieltododia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Eu ainda continuo com o meu mp3! E ja faz uma caralhada, simplesmente nao evolui, ate pq eu mudo pra mp4 hoje, um mes depois ja tem o mp9 hehehehehe

    Mas é o mundo capitalista, consumir consumir e consumir!!

    Abraçao

    http://www.estilodistinto.com/

    ResponderExcluir
  13. Interessante o post, parabéns pelo blog :D
    .
    Escrevi algo parecido no meu esses dias
    http://pipilando.blogspot.com/2010/11/busca-pela-qualidade.html

    ResponderExcluir